Como o julgamento mata

[Na Prática] O julgamento mata as relações. Passando o aparente exagero desta afirmação, convidamos-te, hoje, a perceber como funciona a nossa mente, no que diz respeito à forma como decidimos (pensar e fazer). Como aquilo que “metemos” na cabeça ou decidimos, teimosamente, ser verdade… às vezes, não é mesmo… E o impacto do que estas ideias têm nas…

Advertisement

Não falar no amor :)

[Nas Artes] Quanto ao amor, sempre me disseram que não se deve falar dele, mas eu arrisco em falar-te nele, quando vivido, sentido, quando meu. O amor fazia-me acreditar no céu, porque me transportava para lá. Só quem ama consegue acreditar verdadeiramente em algo, seja em Deus, na vida, na essência real, num propósito rico…

As palavras interditas

[Nas Artes] As Palavras Interditas Os navios existem, e existe o teu rosto encostado ao rosto dos navios. Sem nenhum destino flutuam nas cidades, partem no vento, regressam nos rios. Na areia branca, onde o tempo começa, uma criança passa de costas para o mar. Anoitece. Não há dúvida, anoitece. É preciso partir, é preciso…

Movimento a dois

[Na Prática] Como te moves? Se quisesses descrever a alguém a forma como te movimentas, que tipo de movimentos descreverias? Movimentos soltos, fluídos, sem princípio nem fim ou, por outro lado, movimentos mais estruturados, rectos, de alguma forma mecanizados? Lentos ou rápidos? Com quais te identificas e como achas que te representam na tua vida? A forma…

Acolhe o teu sentir

[Na Prática] A Hospedaria O ser humano é uma hospedaria. A cada manhã uma nova chegada. Uma alegria, uma depressão, uma mesquinhez, uma percepção momentânea chega como um visitante inesperado. Acolhe e entretém todos! Ainda que seja uma multidão de tristezas que violentamente varrem a tua casa, esvaziando-a da mobília. Ainda assim, trata cada hóspede…

Agora

[Na Prática] Já experimentaste sentir este momento? Sim, este mesmo que estás a viver. 🙂 Parar, simplesmente, sem ter pressa para ir, sem pensar no que foi, saboreando apenas tudo o que este momento te dá. Uma imagem, um som, um cheiro, uma sensação, um sabor. Permite-te sentir isso. Fecha os olhos por um instante. Fica…

Este amor

[Nas Artes] “… tão real como uma planta tão trémulo como um pássaro tão quente tão vivo como o verão Nós podemos partir e voltar Nós podemos esquecer e depois adormecer acordar sofrer envelhecer adormecer novamente sonhar com a morte e acordar sorrir e rir e rejuvenescer Nosso amor continua ali obstinado como uma mula…

Envelhecer contigo

[Na Prática] Quando pensamos em amor pensamos no que foi, no que é e no que será… 🙂 Imaginas-te a envelhecer ao lado de quem amas? Com tudo o que isso implica? Como te imaginas ao seu lado? Que sentimentos queres nutrir no futuro, que possas cuidar já hoje? Pensar no futuro a dois é bom… viver…

Sentir quem sou

[Na Prática] Hoje sinto pouco, sinto pequeno e sinto em fracções. Às vezes, quando dou por ela, nem sei bem o que sinto. Sinto de acordo com o novo acordo ortográfico onde se retiram letras, se omitem hífenes e acentuação e, por outro lado, parece que se inventam palavras novas e esquisitas. Sinto diferente. E é…

A magia de receber, cuidando

[Na Prática] Adoro cuidar. Será talvez uma das coisas que mais me completa. Quando há uns tempos atrás me apercebi disso, comecei a pensar o porquê dessa vontade de dar, cuidar (às vezes esquecendo-me de receber). Facilmente percebi que o ganho secundário de dar, para mim, está na felicidade de ver @ outr@ bem e,…